Conheça a Dolores 74


Seu nome completo é 'Dolores Bailanderitas-Vandersmissen 74'

O pai dela, 'Juan Bailanderitas' vivia numa plantação de laranja em algum lugar da Espanha, há muitos e muitos anos.

Um belo dia, ele pensou: “a vida há de ser mais que apenas laranjas.” Ansioso para conhecer o mundo inteiro, ele escondeu-se numa carga de laranjas ... ... destino ... ... desconhecido.

Essa carga chegou ao porto de Antuérpia, na Bélgica (em algum lugar da costa oeste da Europa, pois não temos uma costa leste).

( ...
A costa leste de nosso continente (Eurásia) pertence à China e à Rússia. Ao chegar lá, mergulhe no oceano ‘Pacífico’ e nade até o continente americano. Dê um 'Oi' para a guarda-costeira deles e então pergunte qual o caminho mais curto passando pelos EUA. Creio que seja a ‘Rota 66’. Na costa leste de lá, vista de novo seu traje de banho e atravesse o ‘Atlântico’.

Você poderia pensar em cruzar as Américas através do México, mas lá é território do ‘Speedy Gonzales’. Não seja desleal.
Caso não encontre nenhum guarda-costeiro nas Américas mas, em vez disso, pessoas assim, é melhor pedir o dinheiro da sua bússola de volta. Se continuar nessa direção, as pessoas que deverá encontrar não serão muito diferentes. Se seguir mais ainda por esse caminho, você provavelmente não vai querer sair nunca mais dessa parte do mundo. O continente americano é cheio de surpresas.

De qualquer forma ... ...

No ‘Atlântico’, tenha cuidado para não cair sem querer na Inglaterra. Faça uma pausa nas ‘ilhas da Sicília’, um belo lugar. Não confunda Irlanda com Reino Unido, a Inglaterra é o único lugar do mundo onde você adoraria ser preso pela polícia. Cruze a Inglaterra ou a contorne a nado. De um jeito ou de outro, você precisa chegar à costa leste do país. Não desista, você está quase lá. Agora, atravesse o 'Mar do Norte'.

PELO AMOR DE DEUS, não nade para o norte, você dará no porto de ‘Roterdã’, que fica na Holanda e, PELA SANTA MISERICÓRDIA, não vá para o sul, você cairia no porto de ‘Le Havre’, que fica na França. Siga direto para o leste e chegará ao porto de Antuérpia, na Bélgica.

A família de ratos belga mora entre os gatos holandeses e os gatos franceses. Os gatos britânicos, ao nosso oeste, teriam de cruzar o Mar do Norte, como você está prestes a fazer, e os gatos não sabem nadar. Os gatos alemães, ao leste de nossa fronteira, já não cruzam o rio Reno desde 1945, então não devem causar problemas. São os gatos holandeses e os franceses que fazem com que nós, ratos belgas, nos sintamos como um hambúrguer.

Assim que chegar ao porto da Antuérpia, me ligue, e eu te levo uma toalha e um verdadeiro 'pakske friet' belga (você deve estar morrendo de fome quando chegar).

Saindo de nossa costa leste, da China ou da Rússia, você também pode viajar na direção oeste, por terra, para não precisar se molhar. Se bem que ... ... há tantos países para se atravessar, com tantas culturas e idiomas ... ... apenas viaje para o leste através dos EUA. As pessoas de lá até que são legais, pelo que ouvi. Você pode precisar disso para abrir caminho.
... )

Aqui na cidade de Antuérpia, aos pés de nossa linda catedral, a viagem de Juan pelo mundo chegou ao fim, depois de sua primeira expedição, pois conheceu sua esposa 'Sara Vandersmissen' e juntos tiveram 96 filhos (são ratos, certo!!!)

Papai Juan é músico e adorava dar nomes musicais aos filhos, então os primeiros a nascer foram chamados :

Primo, Secunda, Terts, Quart, Quint, Six, Sept, Octa, None e Tiën.


Mas depois de 10, a mamãe e o papai não sabiam mais, e a mamãe não pretendia parar. Então, o papai teve uma ideia brilhante. Ele escolheria o nome das filhas, que seria ‘Dolores’, e a mamãe o dos filhos, que seria ‘Peter’, seguido do número do nascimento.

Então, a mamãe e o papai puseram mãos à obra e o resultado foi :

Peter 11, Dolores 12, Dolores 13, Peter 14, Dolores 15 … …

Nossa ratinha é uma menina, o nome dela é Dolores e ela foi a 74ª filha do ninho.

O que a Dolores 74 tem de tão especial ?

Seu pai, Juan, veio do sul da Espanha e tem pelos acastanhados. Já sua mãe é da Bélgica, e tem os pelos brancos como a neve. Todos os filhos que eles tiveram juntos foram uma mistura de café com leite. Alguns com mais café, outros com mais leite. Exceto a 74, que herdou completamente a pelagem da mãe, branca como a neve. Nenhum outro filho, entre todos os 96, tem os pelos tão brancos.

Então, a 74 é a única ratinha branca do ninho.

Mas, mesmo recebendo a pelagem da mãe, a 74 herdou a personalidade do pai. Certa vez, ela pensou: “a vida há de ser mais que apenas o nosso ninho.” Então, um belo dia ela saiu de casa para viajar o mundo.

Depois de um bom tempo rodando o mundo, a 74 entra numa casa, esperando encontrar algo para comer. Nessa casa, sua vida de viagens chega ao fim. Assim como aconteceu com seu pai, mas de um jeito totalmente diferente.

É nesta nova casa que começa a história de 'Dolores 74'.